Assembleia: deputado Wagner Neto decepciona e atuação é criticada nas bases

Apagada, inexpressiva e ausente. Assim é definida a atuação do deputado Wagner Neto na Assembleia. Parlamentar estreante, logo incorporou os vícios da velha política e trocou, por exemplo, apoio no legislativo por cargos no governo Caiado. Pior, indicou o irmão Heitor Camargo para vice-presidente da Goiás Parceiras.
Com o desempenho sofrível, recebe enxurrada de críticas na base eleitoral.
Wagner Neto, em resumo, é uma grande decepção na Assembleia.