Em dia de fúria, Álvaro Guimarães pede a Lúcia Vânia que “ensine Caiado a trabalhar”

Ainda traumatizado com o baile que levou na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Álvaro Guimarães (DEM) teve um acesso de fúria na manhã desta quarta-feira no Palácio Pedro Ludovico Teixeira (PPLT), onde esteve para reunião com o governador Ronaldo Caiado (DEM).

O G24H apurou que Álvaro foi tratado com arrogância e desprezo pela assessoria de Caiado, que demorou para encaminhá-lo para o local da reunião, proibiu que subisse do 9.º Andar (recepção) para o 10.º Andar (Gabinete do Governador) acompanhado por aliados ou assessores e ainda o obrigou a entregar o telefone celular.

O desabafo veio quando Álvaro cruzou com a ex-senadora Lúcia Vânia (PSB), secretária de Desenvolvimento Social, saindo do gabinete de Caiado. “Lúcia, por favor, ensine esse povo a trabalhar”, afirmou Álvaro, visivelmente alterado com o baculejo da assessoria caiadista.

Quem ouviu disse que ficou mais do que claro que ele estava se referindo ao próprio governador. Afinal, as medidas aplicadas certamente são normas estabelecidas pelo gabinete de Caiado.

É o Caiado de sempre de volta.