URGENTE Para demitir mais temporários na Seduc, Caiado e Gavioli agora exigem carga horária mínima de 28 aulas

O governador Ronaldo Caiado e a secretária forasteira da Educação, Fátima Gavioli, estão mesmo decididos a desmontar a rede de ensino estadual e varrer do mapa os contratos temporários da Seduc.

Depois da demissão em massa de 5 mil temporários e sem qualquer consulta aos diretores, Gavioli baixou portaria estabelecendo carga horária mínima de 40 horas, correspondentes a 28 aulas.

Muitos temporários antecipam ao G24H que vão desistir do contrato porque trabalham em regiões distantes e não teriam como cumprir a nova jornada de trabalho.

Portaria n.º 4023-2019 – SEDUC (1)