Bomba em Anápolis: com crise da Saneago, empresa do Daia é obrigada a dar férias coletivas e suspender produção

O descaso da SANEAGO com a cidade de Anápolis começa a dar prejuízo. Devido a incompetência da Saneago, uma grande empresa do setor farmoquímico instalada no DAIA foi obrigada a dar férias coletivas para o pessoal do setor de produção. Sem água para a fazer a lavagem e manutenção das máquinas não restou outras alternativa a empresa. Prejuízo diário é da ordem R$ 4.000.000,00. Quem vai pagar a conta?