VereadorPastor Elias Ferreira é autor de Moção de Repúdio à Enel por apagões em Anápolis

O vereador Pastor Elias Ferreira (PSDB) apresentou Moção de Repúdio, aprovada em plenário da Câmara de Anápolis, direcionada à Enel Goiás, pelos transtornos que a companhia tem causado aos anapolinos, devido à instabilidade no fornecimento de energia elétrica.

O texto foi defendido pelo vereador na sessão desta quarta-feira (16.out), em discurso no plenário. O argumento defendido por ele é de que as quedas constantes de energia queimam aparelhos eletro-eletrônicos, que como são de uso pessoal e antigos, não possuem nota fiscal, impedindo que o cidadão consiga o ressarcimento.

Pastor Elias também falou em danos morais, já que os apagões prejudicam casamentos, festas de aniversários e outros eventos. Além disso, há o prejuízo causado aos comerciantes, que perdem mercadorias que precisam se manter refrigeradas.

Essa não foi a única ação direcionada à Enel. Como vice-presidente da Comissão de Direitos do Consumidor, Pastor Elias assina ofício ao diretor da Enel, Humberto Eustáquio, pedindo celeridade na conclusão das obras da Subestação Santana.

O documento também é de responsabilidade do presidente da comissão, vereador João da Luz (PHS), e dos membros Alfredo Landim (PT), Fernando Paiva (PODE) e Paulo de Lima (PDT).

O pedido elenca quatro entraves ocasionados pela demora na conclusão da subestação: apagões constantes, impossibilidade de instalação de novas empresas, queima de aparelhos de usuários e falta de equalização do sistema elétrico de Anápolis.