Família oferece recompensa e quer saber: “Quem matou o soldado Walisson?”

Quase um mês após o assassinato, a morte do soldado Walisson continua sem solução. O jovem policial militar trabalhava numa viatura descaracterizada quando foi baleado na cabeça, morrendo na hora. O disparo fatal teria partido de uma camioneta preta que passou ao lado da viatura, no dia 22 de setembro. Desesperada e sem informações, a família criou um disque-denúncia por conta própria e oferece até recompensa para quem ajudar na elucidação do crime.