EXCLUSIVO Debandada em massa: por conta de Caiado e Renato Brum, 2 mil integrantes da PM de Goiás devem se aposentar

A tropa da PM de Goiás vive situação de muito desconforto por conta do governador Ronaldo Caiado e da falta de pulso do comandante Renato Brum na defesa das conquistas dos militares. De 10 a 15 policiais têm dado entrada em pedidos de aposentadoria por dia. O total já soma mais de 900 nos últimos meses. Os militares não querem perder o benefício da promoção imediata e temem o acréscimo da alíquota da previdência e o aumento de tempo para aposentadoria.

A baixa na PM pode chegar a mais de 2 mil policiais.