Lêda Borges afirma que governo vai sair perdendo com venda de ações preferencias da Saneago

Neste momento os deputados membros da Comissão Mista discutem o projeto nº 5920/19, de autoria do governo, que prevê a venda de até 49% das ações da Saneago. A deputada Lêda Borges (PSDB) afirmou que pretende apresentar em Plenário emenda modificando o projeto. Entre estas modificações será determinado que 100% do dinheiro arrecadado com a venda das ações da empresa seja destinado à universalização do saneamento básico em Goiás. Segundo ela, é a forma de tornar viável o acesso de todos a esse benefício, já que seriam necessários mais de R$ 6 bilhões de reais para torna-lo viável.

“A Saneago é uma das melhores do país, mesmo com todos os seus problemas. É a empresa que menos perde água, segundo ranking nacional”, disse Leda.

De acordo com Lêda, a proposta do governo não leva em conta as ações preferenciais, que são as de maior valor no mercado e por isto vai perder o controle da empresa.