BOMBA: Major da PM é preso acusado de sequestrar e estuprar as duas meninas em Rio Verde

A Polícia Civil prendeu na tarde de quarta-feira o homem suspeito de ter estuprado duas adolescentes (uma de 11 anos e outra de 12) em Rio Verde. Cristiano Silva de Macena é major da Polícia Militar e até então comandante da Companhia de Patrulhamento Especializado (CPE) da cidade. A prisão aconteceu na casa dele.

O suspeito estava na camioneta dele, de cor marrom quando praticou o crime. Quando entrou no bairro Vila Verde, a placa estava adulterada com pedaços de fita. No entanto, as imagens de câmeras de circuito de segurança mostram a mesma camioneta saindo com a placa verdadeira, já sem a fita.

As investigações apontavam que apenas duas camionetes entraram e saíram do bairro. O veículo está no nome da mulher do PM. Os relatos das adolescentes foram fundamentais para ajudar a esclarecer o caso. Tanto as vitimas, quanto a avó das meninas reconheceram as características do suspeito.

De acordo com informações ele usou um tambor para pular o muro da casa. Do lado de dentro tinha um vidro na parede, próximo a fechadura e foi por lá que ela abriu a porta e entrou na casa. As investigações apontam que ele pode ter premeditado o crime, pois já tinha ido a esta casa no início do ano em uma operação relacionada a carros, onde a tia delas estava envolvida.

As adolescentes contaram que foram levadas dentro do carro para uma casa que tinha poucos móveis, possivelmente esta casa seja uma daquelas usadas por oficiais militares, próximo ao Corpo de Bombeiros, já que o PM estava se organizando para mudar para lá.

Após o abuso ele teria perguntado as meninas onde queria que as deixassem, elas responderam que na escola pois saberiam voltar para casa. Como ele não sabia encontrar o lugar deixou as duas próximo a outra escola na Morada do Sol.

O PM se mudou para Rio Verde há pouco mais de um ano e já pode ter tido relacionamento com adolescentes de 13 anos em Goiânia, onde morava.