SSP pede dez dias para analisar reivindicações de segurança para motorista de aplicativo, diz categoria

A Secretária de Segurança Pública (SSP) pediu à classe de motorista de aplicativo dez dias para analisar as propostas apresentadas pela categoria, informa o sire Mais Goiás. Elas foram levantadas durante encontro entre o presidente da Associação de Motoristas por Aplicativo do Estado de Goiás (Amago), Leidson Alves dos Santos, o comandante-geral da Polícia Militar (PM), coronel Renato Brum, o secretário da pasta estadual, Rodney Miranda, e o delegado-geral da Polícia Civil (PC), Odair José Soares.