Produtores de arroz se revoltam contra decreto de Caiado que reduziu ICMS do arroz

O Sindicato das Indústrias de Arroz e Feijão do Estado de Goiás protesta contra o decreto publicado por Caiado que reduz de 17% para 7% a alíquota de ICMS de arroz comercializado por outros estados em Goiás.
José Nivaldo de Oliveira, um dos diretores presentes, afirmou, em entrevista à Agência de Notícias da Assembleia, que o segmento está apreensivo, pois a medida traz prejuízos para o setor. Segundo ele, as empresas goianas pagam 7% pela compra do arroz em outros estados produtores, como o Rio Grande do Sul. De acordo com Nivaldo também entram nos custos, gastos com transporte e beneficiamento, além das perdas de partes do produto que não correspondem aos padrões de comercialização ou consumo.