Bia do Sintego: “Estamos sendo atacados frontal e covardemente pelo governo Caiado”

Em audiência para debater o projeto de Caiado para a reforma na Previdência, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Estado de Goiás, Bia de Lima, iniciou sua participação dizendo “se correr o bicho pega, se juntar o bicho foge”, fazendo alusão à união das classes para alterar o projeto do governo. “Estamos sendo atacados frontal e covardemente pelo governo, precisamos contrapor números, confrontar dados e demonstrar conhecimento técnico sobre servidores ativos e inativos, para enfrentar a máquina pública e com um diálogo honesto e justo. Não vamos presenciar esse desmonte de braços cruzados”, destacou.