GDF vai construir unidades de atendimento a vítimas de violência doméstica. Em Goiás, com Caiado, feminicídios crescem

O Governo do Distrito Federal (GDF), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, vai construir quatro centros de apoio a mulheres vítimas de violência doméstica no DF. Com estrutura policial, médica, jurídica, psicológica e educacional, as unidades dão suporte ao atendimento interrompido em 2018 na Casa da Mulher Brasileira – projeto idealizado pelo governo federal.