Caiado humilhou e desmoralizou escritor Edival Lourenço

O governador Ronaldo Caiado (DEM) humilhou e desmoralizou o escritor Edival Lourenço ao demiti-lo da secretaria estadual de Cultura.

Lourenço ficou onze meses no governo e, neste período, foi tratado como auxiliar de segunda classe.

Caiado não disponibilizou recursos para projetos culturais e ainda expôs o ex-secretário como coveiro do Fica e censor do show de Itamar Correia na Cidade de Goiás.

A demissão de Lourenço saiu no Diário Oficial desta quarta-feira (27).

Por culpa de Caiado, o escritor deixa o cargo como um dos piores gestores da área da cultura da história de Goiás.