Na tribuna, deputado Humberto Teófilo diz que Governo ‘tratorou projetos’

O deputado Delegado Humberto Teófilo (PSL), subiu à tribuna durante a discussão do projeto de lei de nº 7213/19, de autoria do Executivo, que versa sobre o novo Estatuto do Servidor Público Estadual, na sessão extraordinária deste sábado, para expressar tristeza e descontentamento com o Governo. “Por muitas vezes apoiei e defendi o governador aqui na tribuna, votei favorável a todos os projetos e, em dez minutos de discurso na CCJ, tudo acabou. O delegado Humberto já não presta e todos os meus funcionários foram exonerados como forma de represália”, enfatizou.

O parlamentar expressou preocupação em relação à atitude, segundo ele, perseguidora de Ronaldo Caiado (DEM). “Fico preocupado porque tem muitos deputados aqui com o mesmo estilo que eu, que tem coragem de falar em defesa da sua classe. O governador que eu tanto admiro tratorou os projetos e promoveu um verdadeiro massacre. E os servidores agradecem o presente de Natal que o senhor nos deu”, pontuou.

Teófilo declarou voto contrário a todos os projetos em pauta e finalizou seu discurso expressando indignação e revolta sobre como as votações foram conduzidas na Alego. “Minha tristeza e solidariedade a todos os servidores públicos e aos colegas policiais civis, e vamos esperar progressões, promoções e contratação de delegados, que são promessas que o governador fez para com minha categoria”, completou. Para concluir, mandou recado aos pares “Hoje, sou eu. Amanhã poderá ser qualquer um de vocês”.