Helio de Sousa afirma que Caiado colocou Goiás em estado de guerra

O deputado Helio de Sousa (PSDB) ocupou a tribuna durante votação da Ordem do Dia para se manifestar contra o projeto 7213/19, referente ao Estatuto do Servidor Público Civil Estadual, que passa por segunda votação em Plenário, em sessão extrarodinária do período extraordinário neste sábado. O parlamentar ressaltou que Goiás é um estado da paz, onde a massa trabalhadora fez o melhor para colocá-lo bem posicionado no ranking nacional. “Mas o Governo trava uma guerra, que poderia ser evitada. Poderia fazer mudanças, mas não da forma que fez. Nesse Governo, passou a ocorrer uma desarmonia entre nossos pares. Não temos mais aquele companheirismo, aquele respeito que tivemos há algum tempo atrás”, assinalou.

Para Helio de Sousa, as mudanças no estatudo do servidor público, no estatudo do Magistério e a PEC da Previdência estadual mudaram para pior a vida dos servidores. “E o pior é que atingem aqueles que ganham menos. São projetos altamente discriminatórios. Professores, professoras e profissionais da saúde. É muito preocupante o que estamos provocando na vida deles”, assinalou.