URGENTE Trabalhadores da Educação acenam com greve, se Caiado insistir em retirar direitos

O clima natalino deu lugar à indignação entre os servidores públicos de Goiás, especialmente os trabalhadores e trabalhadoras da Educação. Na tarde desta quarta-feira (11), a categoria realizou assembleia em frente à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). A mobilização ocorre em função da reforma da Previdência Estadual, que o governador Ronaldo Caiado (DEM) acaba de encaminhar aos deputados.
Os trabalhadores da educação cogitam entrar em greve e acampar na Alego para pressionar governo e deputados. “Em nenhum momento esse pacote de maldades foi discutido com os servidores. Estamos diante de uma situação de calamidade. Querem jogar nas costas dos servidores a responsabilidade pela má gestão da máquina administrativa”, criticou Bia. (Maísa Lima)