Ao contrário do que afirmou Onyx Lorenzoni, a Base Aérea de Anápolis não teve experiência no acidente do Césio 137

Ao contrário do que disse o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a Base Aérea de Anápolis não teve qualquer experiência de isolamento de vítimas no acidente do Césio 137.

O ministro justificou a possível escolha de Anápolis com fundamento em uma suposta experiência em 1987, quando Anápolis teria abrigado pessoas contaminadas com o Césio 137, o que nunca ocorreu.

“Há uma sinalização muito forte para Anápolis, porque no período do Césio, lá atrás, foi uma área militar que trabalhou com essa coisa do isolamento, que é importante para não permitir eventualmente um escape de vírus. Eles já têm uma bagagem nessa área, mas não há nada definido”, explicou equivocadamente o ministro durante entrevista à Rádio Gaúcha FM.