Dança dos técnicos: Atlético-GO dispensa treinador Cristóvão Borges

O técnico Cristóvão Borges foi demitido pelo Atlético-GO nesta terça-feira (25). Mesmo conquistando bons resultados, como as goleadas nos clássicos disputados no Estádio Olímpico, sobre Goiânia (5 a 0) e Goiás (3 a 0), em que o time atleticano sobrou, o treinador passou a ter os métodos de trabalho contestados pelo presidente e diretor de futebol, Adson Batista.

Além de Cristóvão, o auxiliar técnico dele, o português José Quadros, também deixa o clube. Ambos saem com 66,7% de aproveitamento, além de terem levado o Dragão à 2ª fase da Copa Brasil. Foram oito jogos, quatro vitórias e dois empates sob comando do treinador, com 16 gols marcados e dois sofridos.

Confira a nota publicada pelo clube nesta terça-feira (25):

“O Atlético Clube Goianiense comunica que Cristóvão Borges não é mais técnico da equipe Rubro-Negra. Neste período de trabalho, detectamos que a metodologia de trabalho não vai ao encontro com a filosofia do clube. Agradecemos o treinador pelo período de trabalho, onde Cristóvão Borges demonstrou ser uma grande pessoa.”