Manu ganha força dentro do PSOL para ser candidata à prefeitura de Goiânia

Por uma candidatura coletiva, anticapitalista, feminista, antiracista, anti-lgbtfóbica e ecossocialista, uma ala do PSol apresenta a candidatura da professora Hemanuelle di Lara Siqueira Jacob, no tempo da disputa interna. O PSOL Goiás abriu o processo interno de candidaturas e duas mulheres se pronunciaram para representar a sigla na eleição municipal ao cargo à prefeitura. A plenária que elegerá a candidata acontecerá neste sábado dia 07 de março a partir das 14h.

Hemanuelle Jacob, mais conhecida como Manu, é o nome mais forte, e, ao contrário de sua oponente, manu concentrou forças internamente, conquistou a maioria das correntes e grupos que compõem o PSOL e se colocou com uma candidatura coletiva.