AD

Com crescimento da demanda de água, prefeitura do Senador Canedo acelera obras de saneamento

Com o início de medidas de isolamento para conter o avanço do novo coronavírus, a demanda por água em Senador Canedo aumentou cerca de 60%, segundo a empresa de Saneamento Municipal da cidade (Sanesc). Com isso, houve falta de água em alguns pontos da cidade, segundo a empresa por “saturação de equipamentos”, com a queima de bombas e equipamentos que captam e distribuem água.
A empresa garantiu que está acelerando um conjunto de ações para garantir o abastecimento à população dos bairros afetados. “Foram aplicados investimentos e dedicação da equipe técnica, aumentando a capacidade de produção de água tratada e a sua distribuição para todos os domicílios. Foram afetados menos de 10% dos consumidores, em um total de mais de 180 mil usuários atendidos pela autarquia”, informou a Sanesc.
Uma das principais ações é a ligação da Estação de Tratamento do Rio Sozinha, e a interligação desta com a Estação de Tratamento Lúcio Rosa, que fica na Região Central.  O que possibilita a produção a mais em torno de 1 milhão de litros de água por hora, que pode ainda ser ampliado, conforme crescimento da cidade.  E que somando ao sistema, pode chegar a mais de 2 milhões de litros de água tratada.