Aparecida: licença médica de Gustavo Mendanha é prorrogada por precaução em mais 15 dias

O neurocirurgião Francisco Azevedo resolveu estender a licença médica do prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), por mais 15 dias em função da pandemia do coronavírus. Medanha está tratando de uma  trombose venosa cerebral.

O médico disse que o prefeito está bem, que não ficou com nenhuma sequela cognitiva ou déficit motor, e que segue utilizando medicamento anticoagulante, mas por cautela deve ficar de quarentena em casa.

A primeira licença médica de 30 dias encerra nesta quarta-feira (25). Gustavo Mendanha deu entrada no Hospital Santa Mônica na noite de 25 de fevereiro e recebeu alta hospitalar no dia 5 de março.

O vice-prefeito Veter Martins segue no comando do município.