AD

Demóstenes quer apuração dos fatos e punição rigorosa dos agressores do editor do Goiás24Horas

O ex-procurador de Justiça, ex-secretário de Segurança Pública, ex-senador e advogado Demóstenes Torres está à frente de equipe de advogados que está tomando providências para apurar a agressão sofrida pelo editor do Goiás24Horas, jornalista Cristiano Silva.

O jornalista foi espancado por seguranças do Palácio das Esneraldas na tarde de sexta-feira (27), na Praça Cívica, quando cobria buzinaço contra decreto do fechamento do comércio baixado pelo governador Ronaldo Caiado.

Demóstenes classificou o ato de violência regisrado por câmaras de segurança como atentado à liberdade de imprensa, uma vez que Cristiano Silva no estavav no momento no exercício de sua profissão de jornalista.

Os agressores já teriam identificados.