Redução salarial de 50% dos jogadores do Goiás, Atlético e Vila Nova é rejeitada pelos atletas

O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de Goiás (Sinapego) rejeitou a proposta feita por Goiás, Atlético-GO e Vila Nova para reduzir em 50% os salários dos atletas.

Os três clubes da capital querem cortar 50% do salário dos atletas pelos próximos dois meses e ainda suspender contratos se a paralisação continuar. Quando a bola voltar a rolar, ainda de acordo com a proposta, os clubes retomariam os contratos e prorrogariam pelo mesmo período que ficaram suspensos.

A proposta inicial foi rejeitada e não houve contraproposta.