AD

Prefeito de Goianésia desobedece decretos de Caiado e libera comércio

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro, (MDB), decidiu descumprir as orientações dos decretos do governo estadual que mantém diversos ramos do comércio fechados. A informação foi publicada em primeira mão pela colunista política Tainá Borela, do site Mais Goiás.

Em nota divulgada há pouco no Instagram, Castro comunica que mantém decreto municipal, de 30 de março, permitindo, entre outras coisas, o trabalho de vendedores ambulantes. E define que, a partir de 6 de abril, todo o comércio no município pode abrir, desde que seja “exigido o uso de máscara por toda a sociedade”.

Os decretos do governo estadual que determinam o fechamento do comércio valem até o dia 4 de abril, e o governador Ronaldo Caiado ainda não divulgou se vai ou não prorrogar os atos.

Castro foi um dos cinco prefeitos dissidentes do MDB, que em 2018 apoiaram a Caiado contra o candidato do partido, Daniel Vilela.