Liminar de Gilmar Mendes dá a Caiado mais seis meses de calote na dívida com bancos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, concedeu por meio de liminar ao governo de Goiás mais seis meses de calote no pagamento das dívidas com bancos.

Com a decisão, o governo Caiado deixa de pagar cerca de R$ 200 milhões por mês e não pode sofrer sanções da União, que é avalista dos empréstimos.

A liminar também autoriza Goiás a tentar aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), programa de socorro financeiro da União a Estados em grandes dificuldades financeiras.