Caiado corta salário de servidores, mas não quer abrir do camarão e lagosta do palácio

O governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou em rede nacional no Roda Viva que vai cortar os salários de todos os servidores públicos estaduais. Caiado justifica a medida afirmando que todos devem dar sua cota de sacrifício no enfrentamento da crise do coronavírus.

O absurdo de toda essa situação é que governador goiano quer arrochar os servidores, mas não abre mão do camarão e da lagosta na mesa farta bancada com dinheiro público do Palácio das Esmeradas.

O Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (8) publicou licitação de quase meio milhão de reais para abastecer os frezzers do palácio com uma quantidade gigantesca de carnes, queijos, frios e… camarão e lagosta.