AD

Para receber ajuda federal, Caiado vai congelar salário de servidor por 2 anos

O governador Ronaldo Caiado vai congelar os salários dos servidores públicos por dois anos – ou seja, até o final do seu governo –  para receber ajuda financeira federal.
O congelamento é defendido por Caiado e deve fazer parte do plano de ajuda aos estados e municípios que está sendo articulado no Congresso nacional.
O governdor goiano, contudo, vai se antecipar ao debate nacional e encaminhar nos próximos a medida à Assembleia Legislativa.
A proposta é defendida em nível nacional pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, aliado de primeira hora de Caiado.
“Se o governo encaminhar a proposta, é óbvio que vamos votar, mas precisa ser combinado. Se o governo apresentar o congelamento [de salários por dois anos], a minha posição vai ser de convergência, mas é preciso que o Executivo encaminhe a proposta para trabalhar junto às bancadas”, disse Maia.

O presidente da Câmara voltou a afirmar que o debate sobre a redução de salários no serviço público poderá ser retomado em outro momento, mas disse que o não dá para fazer demagogia sobre o tema. Segundo ele, os Poderes são independentes e todos deverão dar sua contribuição, mas deve ser uma proposta unificada do Executivo, do Judiciário e do Legislativo.