Gustavo Sebba quer instituir a Semana do Incentivo à Adoção Tardia em Goiás

Proposta de autoria do deputado Gustavo Sebba (PSDB) institui em Goiás a Semana de Incentivo à Adoção Tardia, que será comemorada, anualmente, na primeira semana do mês de setembro. O projeto está em tramitação na Assembleia Legislativa.

Segundo consta no texto da matéria, a Semana de Incentivo à Adoção Tardia terá como principal objetivo “estimular a adoção de crianças e adolescentes que estão acima da faixa etária considerada pelos candidatos à adoção.”

Durante a semana em questão será intensificada a publicidade dos procedimentos para a realização da adoção e os dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), considerando o número de crianças e adolescentes aptos a serem adotados e a respectiva faixa etária, o número de pretendentes para adotar uma criança e o perfil etário inicialmente declarado.

De acordo com os dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA), atualmente, há cerca de 9.370 mil crianças e adolescentes aguardando para serem adotadas, dentre elas 7.660 se enquadram no perfil da adoção tardia, de 3 anos em diante.

“Evidentemente, muito mais do que a metade do número total. Do outro lado, 46.066 mil pessoas estão computadas como pretendentes para adotar. Porém, os candidatos buscam, preferencialmente, bebês de no máximo 1 ano de vida. A porcentagem dos candidatos interessados, quando considerada a idade da criança, vai caindo gradativamente e, dos 11 anos em diante, passa a ser de menos de 1%”, explicou Sebba.

Dessa forma, a proposta de lei em questão, segundo Gustavo Sebba, visa divulgar histórias reais e o número de crianças mais velhas à espera de uma família, além de quebrar paradigmas e preconceitos que acompanham a adoção de adolescentes.