AD

“Se as pessoas não respeitarem as regras, vamos fechar”, diz prefeito de Aparecida de Goiânia

Ao anunciar, por meio dea live, as novas medidas para o enfrentamento do novo coronavírus, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), repetiu várias vezes que caso as orientações e regras não sejam seguidas, ele pode voltar a fechar tudo. “Se as pessoas não respeitarem as regras, vamos fechar”, afirmou categoricamente.

Na entrevista realizada na manhã desta segunda-feira (27), o prefeito e o secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, falaram também sobre a situação da doença no munícipio. Até a noite deste domingo (26), a cidade contabilizava 23 casos confirmados, sendo 13 mulheres e 10 homens, com 2 óbitos. Outros 3 casos suspeitos estão com amostras em análise.

Ainda durante a live, o secretário informou que o Ministério da Saúde publicou portaria nesta segunda aprovando os 30 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Municipal de Aparecida (Hmap).