Eduardo Prado quer indiciamento dos donos das empresas de transporte coletivo

O deputado Delegado Eduardo Prado (sem partido) manifesta preocupação com a superlotação dos terminais de ônibus do transporte coletivo em Goiânia e na região Metropolitana.

Ele disse que percorreu vários terminais e em todos a situação era a mesma: aglomerações, falta de informação, atrasos dos ônibus e muita revolta da população.

“O que eu vi foi uma situação calamitosa. O prefeito e o governador precisam tomar uma atitude. Esse escalonamento de horário não vai resolver nada. É necessário obrigar as empresas a cumprirem o contrato e garantir um transporte com dignidade aos usuários”, afirmou.

De acordo com Prado, a Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC) não sabe quantos ônibus estão circulando. “Temos que indiciar os donos das empresas por desobediência. Eles estão descumprindo uma liminar. Os pátios das empresas estão lotados”, arrematou..