Com pandemia, recessão e queda na arrecadação, 2020 acabou para Caiado, que terá dificuldades para se recuperar em 2021

2020 é o ano que acabou para o governo Caiado.

Pandemia, recessão e queda brutal na arrecadação comprometem mortalmente o desempenho da gestão, que vai ter que se virar nos 30 para pagar a folha dos servidores em dia, recuperar as estradas e garantir o funcionamento dos serviços básicos.

Vai faltar dinheiro para tantas demandas.

Com o ano perdido, restará a Caiado tentar a recuperação em 2021, quando os efeitos do tombo da economia ainda terão forte repercussão, além do desgaste com o congelamento dos salários dos servidores.

O governo Caiado entrou uma crise que só por milagre conseguirá superar.

Se 2020 já está muito ruim, 2021 será pior ainda.

Para infelicidade dos goianos.