Depois de chamar Caiado de ditador e pedir a renúncia dele do governo, prefeito de Iporá diz que virou alvo do gabinete do ódio do palácio

Depois de enfrentar e até pedir a renúncia do governador Ronado Caiado (DEM), o prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB), denuncia que está sendo vítima do gabinete do ódio montado no Palácio das Esmeraldas.

De acordo com Naçoitan, os ataques são maciços com fake news e baixarais ao seu perfil no Facebook e no Instagram.

“Estão me atacando na tentativa de censura e intmidação, mas não vão me calar. Caiado é um ditador e defendo com peito aberto a sua renúncia do cargo do governador”, afirma o prefeito.