Prefeito Gustavo Mendanha estuda dois modelos de escalonamento para comércio em Aparecida

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB) estuda o modelo de escalonamento que a cidade deve adotar a fim de conter a disseminação do novo coronavírus. Ele deixa claro que o fechamento do comércio da cidade ocorrerá quando houver 70% dos leitos destinados à covid-19 ocupados. Atualmente, a ocupação é de 12%. No último dia 4, era de 9,3%.

“Temos 123 leitos, sendo que 60 são de semi UTIs e o restante UTIs. Temos 12% desses leitos destinados aos doentes de Covid-19 ocupados e estamos trabalhando para ampliar ainda mais, e, além disso, também a testagem.” Segundo Mendanha, a cidade tem feito 300 testes para o coronavírus por semana. A meta do prefeito é fazer 300 por dia. “Inclusive por drive thru, para identificar pessoas que possam ter o contágio, ter sintomas e talvez estejam contaminadas e contaminando outras.”

Segundo Gustavo, dois modelos de escalonamento podem ser aplicados em Aparecida. Estes podem ser “dia sim e dia não”, ou alguns dias seguidos e o alguns fechados, ininterruptos.

A divisão será por atividade econômica. “Poderíamos fazer segunda, quarta e sexta, algumas atividades”, explica sobre a primeira escala e continua: “Por exemplo: quem vende sapato, quem vende roupa, quem vende joia; já na terça, quinta e sábado outros tipos de atividade.”

A outro tipo seria na mesma linha. O intuito, é reduzir as aglomerações. “Nós vamos dividir para tirar um número de pessoas das ruas. A ideia é realmente ter menos pessoas em trânsito, e as pessoas entenderem esse momento delicado que nós vivemos”, reforça. “O número de doentes está aumentando e nós precisamos ter algumas medidas para coibir isso e, principalmente, para que aquelas pessoas que não acreditam na doença possam ter responsabilidade e nos ajudar.”

Inclusive, Mendanha informa que já começou a realizar algumas reuniões para tratar o assunto. As primeiras, ele diz, foram feitas com proprietários de indústria. “Vamos nos reunir tambem com os comerciantes.”