Caiado não corta camarão e lagosta do palácio, mas pode atrasar salário de servidores

A secretária de Economia Cristiane Schmidt afirmou nesta terça-feira (19) que o governo estadual pode não ter condições de quitar a folha de pagamento funcionalismo público de maio.

A arrecadação do estado teria caído 14% em abril e 16% nos primeiros 15 de maio, segundo Schmidt.

A declaração da titular da pasta da Economia é terrorismo explícito com os servidores.

A pergunta que se faz é a seguinte: por que Caiado não corta as mordomias, como o camarão e a lagosta do palácio, para pagar em dia o funcionalismo?