Zorra total: aliado de Caiado, prefeito Rio Verde libera funcionamento de shoppings e restaurantes

Aliado do governador Ronaldo Caiado, o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, liberou a reabertura de shoppings, restaurantes e camelódromos a partir desta quarta-feira (20). A liberação amplia a flexibilização das atividades econômicas na cidade, que é de cerca de 90%.

Antes de reabrir, contudo, os empresários devem assinar um termo de responsabilidade e garantir o cumprimento de normas sanitárias impostas pela prefeitura para evitar a disseminação do coronavírus.

No caso dos shoppings, ficam proibidos cinemas, quiosques, bares, espaço kids e bebedouros. A praça de alimentação pode funcionar, mas apenas com 50% da capacidade. Nos camelódromos, a restrição de capacidade é de 30% e os clientes não podem entrar nas lojas. Além disso, lojistas ficam obrigados a marcarem distanciamento mínimo de 1,5m, tanto entre funcionários como para clientes.

No caso específico dos restaurantes, a nota técnica pede que seja disponibilizado serviço à la carte. Mesas devem ficar com dois metros de distância uma das outras. Duas pessoas podem ocupar a mesa, com limite de quatro por família.

O uso de máscaras, assim como a disponibilização de álcool 70% para higienização das mãos e a colocação de um tapete umedecido com hipoclorito de sódio também são obrigatórios.

Rio Verde foi uma das primeiras cidades a registrar casos de Covid-19 em Goiás, mas conseguiu controlar a epidemia, além de ampliar a oferta hospitalar, inclusive com a construção de um hospital de campanha próprio, com 100 leitos. Dos 27 casos confirmados na cidade, apenas sete estão ativos e somente um hospitalizado. O município tem 18 recuperados e dois óbitos. Caso a curva epidêmica saia do controle, a cidade voltará a restringir as atividades econômicas.