TJ rejeita recurso do Ministério Público e mantém reabertura de academias

O Tribunal de Justiça de Goiás recusou o pedido de liminar feito pelo Ministério Público que pedia que as academias continuassem fechadas. Com a decisão, esses estabelecimentos poderão reabrir suas portas e receber os alunos seguindo algumas regras impostas.

Na quinta-feira (21), a justiça já havia concedido liminar que permite a reabertura das academias em Goiás. Segundo a decisão, esses estabelecimentos deveriam ser incluído na lista de serviços essenciais.

O Ministério Público do Estado entrou com um pedido para derrubar essa decisão e manter as academias fechadas, mas a justiça rejeitou o recurso e manteve reabertura.

A decisão que permite a abertura foi a pedido do Sindicato dos Profissionais em Educação Física do Estado de Goiás (Sinpef-GO).