Bolsonaro fez escola: Caiado repete em Trindade visita desastrada ao Hospital de Luziânia

Parece que o espírito de Bolsonaro anda baixado no governador Ronaldo Caiado.

Caiado provocou aglomeração numa desastrada visita ao Hospital de Luziânia na semana passada. Por conta disso, ele ficou em quarentena por sete dias e fez dois testes para covid-19. Dois vereadores e o chefe de gabinete de imprensa do governo, Tony Carlo, testaram positivo depois da desastrada visita.

Nesta terça-feira (26), Caiado repetiu o mesmo roteiro irresponsável ao visitar o Hospital de Urgência de Trindade (Hutrin), quando novamente desrespeitou os protocolos sanitários que ele tanto defende e voltou a provocar aglomeração.

Com isso, expôs autoridades – a deputada federal Flávia Morais, por exemplo -, seguranças e moradores locais à contaminação do coronavírus.

O governador foi a Trindade inaugurar meia dúzia de UTIs, o que, por si só é inusitado: já se viu inaugurar hospitais, mas seis UTIs é inédito em Goiás.

Até Bolsonaro faria melhor. Mais uma bola fora de Caiado.