Arroubos de Jorge Caiado no áudio-bomba faz Cláudio Meirelles lembrar da agressão covarde a Cristiano Silva

Ao comentar o áudio-bomba de Jorge Caiado, o deputado Cláudio Meirelles (PTC) disse que não se espantou com o tom excessivamente agressivo do primo do governador Caiado.

“Os Caiado são assim mesmo e têm fama de serem violentos. O áudio de Jorge Caiado confima isso”, assinalou.

Meirelles lembrou que no final de março o jornalista Cristiano Silva, editor do Goiás24Horas, foi agredido covardemente por seguranças do palácio a mando do governador Ronaldo Caiado.

“Cristiano Silva foi espacando pelo simples fato de que publica matérias críticas ao governo Caiado no pleno excercício da liberdade de imprensa, mas isso o governador não aceita porque é um ditador”, disse.