José Nelto quer reduzir 30% dos duodécimos para manter auxílio emergencial

O deputado federal José Nelto (Podemos) defende a redução de 30% dos duodécimos do congresso, assembleias legislativas, câmaras de vereadores, de todos os tribunais de justiça e contas para o pagamento do auxílio emergencial durante a pandemia.

De acordo com Nelto, os legislativos, o poder Judiciário, os tribunais de contas não mostram neste momento de dificuldade nenhum desprendimento de abrir mão de um pouco dos seus rendimentos para salvar vidas e ajudar os menos favorecidos no país.

“O Brasil dá um péssimo exemplo para todos os outros países. Aqui as autoridades só pensam em si e pouco no povo. Enquanto isso, em outros países a classe política é a primeira, juntamente com o judiciário e demais poderes, em abrir mão de parte de seus salários para contribuir com a nação”, sublinhou o parlamentar