Viação Reunidas não pagou salário e o vale alimentação de maio dos 400 funcionários

Alegado estar no vermelho desde março deste ano, a Viação Reunidas deixou de operar no transporte coletivo de Goiânia e região metropolitana nesta segunda-feira (15). A empresa não pagou o salário e o vale alimentação dos do mês de maio seus 400 funcionários.

Os 138 ônibus que atendiam a região metropolitana foram recolhidos à garagem da empresa. O diretor-executivo da Viação Reunidas, Henrique Paz, disse que, sem ajuda emergencial do governo estadual e da prefeitura da capital, não será possível a retomada das operações. Ele alega prejuízo de R$ 2,5 milhões em março e abril.