Após críticas, governo de Goiás retira projeto que acabaria com colégios militares

Após  repercussão negativa entre os deputados, especialmenre os de oposição, o governo do Estado recuou e retirou o projeto que acabaria com colégios militares da pauta de votação da Assembleia Legislativa.

O projeto iria dificultar a criação dos colégios, extinguindo também várias unidades em Goiás, já que a matéria especifica que um colégio militar somente poderia ser criado em municípios com mais de 30 mil habitantes.

Ou seja, as unidades já implantadas, como nas cidades de Goiás, Jussara, Itauçu, Neropólis, Alexânia, Guapó, entre outras cidades, teriam as unidades de ensino desativadas, conforme denunciaram deputados de oposição.

O recuo do governo foi comemorado pelos oposicionistas.