Goiás vai ter período mais grave da pandemia nos próximos dias

Goiás deve começar a vivenciar agora os 30 dias mais complicados da pandemia do coronavírus. Quem faz esta previsão é o próprio secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino. “Provavelmente nós já começamos a viver os 30 dias mais críticos da pandemia”, disse ele, em live no jornal O Popular. O que colabora para esse cenário são o aumento no número de casos, a grande taxa de ocupação dos leitos de UTI e falta de medicamentos para entubar pacientes em estado grave.

Alexandrino diz que o pico de contaminado deve acontecer até o dia 26 de julho. O secretário alerta que a grande preocupação é o aumento no número de internações. Na rede pública estadual, a ocupação dos leitos já passou dos 86%, número preocupante.

O secretáio trabalha para aumentar o número de leitos de UTI no Hospital de Campanha, em Goiânia. Atualmente, são 70 leitos, mas ele afirma que até o próximo final de semana mais 16 leitos de UTI devem ser disponibilizados na unidade de saúde.