Polícia Federal fez buscas e apreensões em gabinetes de magistrados no TJ-GO

A Polícia Federal fez na manhã desta terça-feira (30) busca e apreensão nos gabinetes dos desembargadores Gilberto Marques Filho e Orloff Neves Rocha e do juiz Ronnie Paes Sandre.

A assessoria do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) informou que não divulgará informações devido os autos estarem sob sigilo.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF) a ação apura venda de decisões judiciais em processos de recuperação de empresas. Os mandados foram autorizados pelo ministro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO) informou ter sido comunicada da operação na madrugada de hoje e se manifestpoiu por nota ocial. Leia:

A OAB-GO informa que foi comunicada, na madrugada desta terça-feira (30), por meio de seu Plantão de Prerrogativas, de operação da Polícia Federal que cumpre mandados de busca e apreensão por supostas fraudes em recuperação judicial de uma empresa em Goiás. Nos termos do artigo 7º, IV, da Lei 8.906/94 (Estatuto da Advocacia e da OAB), representantes da Comissão de Direitos e Prerrogativas acompanham o procedimento. A OAB não possui nem poderia dar detalhes da ação devido ao sigilo dos autos, determinado pelo Superior Tribunal de Justiça.