Semad: Goiás vai receber bônus de R$ 900 mil da União por boa gestão da água

Goiás atingiu 93,57% das metas estabelecidas pelo Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas (Progestão) da Agência Nacional de Águas (ANA). Por conta do desempenho, a Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Superintendência de Recursos Hídricos e Saneamento, receberá R$ 900 mil. O valor é relacionado ao terceiro período do segundo ciclo do Progestão.

No relatório de certificação, a ANA apontou que a gestão ambiental goiana reverteu, a partir de 2019, quando tomou posse o governador Ronaldo Caiado, o desmonte indicado nos anos anteriores pela agência. “Cabe registrar que, desde o primeiro ciclo, Goiás colheu fraco desempenho no cumprimento de metas e o programa apresentou tímida contribuição no sistema estadual de recursos hídricos, cuja reversão é percebida somente a partir de 2019”, aponta o documento.

No ano passado, a ANA já havia feito um elogio ao empenho do governo de Goiás em fortalecer a gestão de recursos hídricos com a mudança institucional que estabeleceu a gestão ambiental em uma secretaria própria – até 2019 era vinculada à pasta que cuidava de assuntos metropolitanos, infraestrutura e cidades.