Defesa de Baldy diz que decisão do STF sanou injustiça brutal

A decisão do STF que mandou soltar Alexandre Baldy “sanou uma injustiça brutal”, afirmou nota assinada pelos advogados de defesa do ex-ministro, Pierpaolo Bottini, Alexandre Jobim e Tiago Rocha.
De acordo com a nota, os valores apreendidos na residência de Baldy estavam declarados no imposto de renda. “Fez-se um espetáculo sobre o nada”, sublinharam os advogados.
Leia a íntegra da nota da defesa de Baldy:
“A decisão sanou uma injustiça brutal. Não há um indicio de atos ilícitos praticados por Alexandre Baldy. Os valores apreendidos em sua residência estavam declarados no imposto de renda, como todos os seus bens. Fez-se um espetáculo sobre o nada. O Supremo colocou as coisas em seu devido lugar, cumprindo seu papel de guardião da Constituição e da dignidade humana.”