Prefeitura e Amma apertam fiscalização de descarte irregular de lixo e criminosos migram para cidades vizinhas

A prefeitura de Goiânia e a Amma, sob a gestão de Gilberto Marques Neto, estão apertando o cerco contra os criminosos ambientais que descartam lixo de maneira irregular. O trabalho é diário e a Amma monitora quase que em tempo real 40 pontos em Goiânia para evitar o crime. Com o arrocho da fiscalização os criminosos estão migrando para cidades vizinhas, como Aparecida de Goiânia, Senador Canedo e Nerópolis.

Fugindo da fiscalização em Goiânia e da taxa que precisa ser paga no aterro, os criminosos escolhem pontos em cidades vizinhas, onde a vigilância não está tão apurada. Para que o meio ambiente na Grande Goiânia seja realmente preservado é necessário uma cooperação entre as prefeituras e ações mais ostensiva dos órgãos fiscalizadores dos municípios vizinho.

Em Goiânia, o trabalho de vigilância é realizado em parceria com a Delegacia de Meio Ambiente. Quem é flagrado descartando lixo em local irregular tem o veículo apreendido e recebe multa que começa em R$ 5 mil e pode atingir até R$ 50 milhões.