José Nelto cobra incentivo fiscal para indústria automobilística de Goiás

Em reunião na residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o deputado federal José Nelto, vice-líder do Podemos, tratou sobre uma pauta que mexe com milhares de empregos no estado de Goiás: o incentivo fiscal para as indústrias automobilísticas de Estado, similar ao que já acontece nos estados do nordeste brasileiro, principalmente para a Mitsubishi, em Catalão, e a CAOA, em Anápolis.

“Falamos sobre a importância da aprovação da Medida Provisória 987/20, que prorroga até 31 de agosto deste ano o prazo para que empresas do setor automotivo instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste possam ter acesso a crédito oirundo do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI)”, explica o parlamentar.

O texto, segundo Nelto, não pode ser mantido como está, dando benefícios apenas ao nordeste do Brasil. “A indústria automobilística de Goiás pode sofrer um colapso, colocando mais de 20 mil trabalhadores, diretos e indiretos, no olho da rua. Por isso, quero que seja mantido o mesmo incentivo fiscal do nordeste para o nosso estado de Goiás. Em Catalão, por exemplo, as montadoras empregam milhares de cidadãos. Desempregar esses pais e essas mães de família por falta de crédito, de investimento, é absurdo”, destaca José Nelto.

Esse crédito poderá ser utilizado para novos projetos e modelos de veículos. Se aprovada a MP, serão beneficiados montadoras e fabricantes de automóveis, jipes, motos, caminhões, ônibus, tratores, colheitadeiras, empilhadeiras, carroçarias, reboques e autopeças.