Eduardo Prado requer a inscrição dos pit-dogs em Livros de Registro do Patrimônio Imaterial do Estado de Goiás

O deputado estadual Delegado Eduardo Prado apresentou um requerimento direcionado à secretária de Educação, Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira, e ao presidente do Conselho Estadual de Cultura, Carlos Wilian Leite, onde solicita a análise e posterior inscrição em um dos Livros de Registro do Patrimônio Imaterial do Estado de Goiás os pit-dogs.
O parlamentar explica que em Goiânia os pit-dogs, quiosques montados em praças que fazem sanduíches preparados na hora, são um dos principais símbolos da culinária de rua. Há mais de 50 anos, os lanches feitos nesses locais ganharam o coração da população por serem bons, rápidos e baratos.
Segundo Prado, a história e originalidade dos pit-dogs compõe a identidade cultural
do Estado de Goiás. Desta forma, o tombamento tem o objetivo de reconhecer o valor histórico e cultural destes, transformando-os em patrimônio oficial público, conservando e protegendo. “É importante ressaltar que a alimentação é também uma abordagem para conhecer e entender a cultura e história da população brasileira”, diz.
Também está em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego)
projeto de lei, de autoria do deputado Delegado Eduardo Prado, que solicita o
tombamento dos pit-dogs como Patrimônio Histórico do Estado.