Delegado Eduardo Prado retira pré-candidatura a Prefeito de Goiânia

O Parlamentar alega que decisão ocorre após conversa com base eleitoral, equipe, família e integrantes do DC. Segundo as pesquisas, o político era o menos rejeitado, com maior potencial de crescimento entre os jovens.
O Deputado Estadual Delegado Eduardo Prado (Democracia Cristã – DC) decidiu nesta segunda-feira, 14, retirar sua pré-candidatura a prefeito de Goiânia após consultar equipe, família, base eleitoral e integrantes da sigla.
De acordo com as últimas pesquisas eleitorais registradas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Prado era o nome de menor rejeição dentre os postulantes e, portanto, com maiores chances de crescimento junto ao eleitorado, já que representa a renovação da política goiana. Em diversas pesquisas, o Deputado Delegado Eduardo Prado, mesmo sem anunciar em suas redes sociais e fazer pré-campanha ostensiva, pontuava entre os candidatos de forma destacada.
Após participar da segunda semana de sabatinas da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), seu nome despontou nas redes sociais e imprensa, como o “melhor programa de governo para Goiânia” e revelação da disputa.
Conhecido pela sua dedicação à segurança pública, defesa do consumidor, Eduardo Prado tem dedicado seus mandatos ao combate da corrupção e busca de eficiência na Administração Pública. Sua exitosa passagem pela Câmara Municipal de Goiânia na fiscalização da gestão municipal e a confiança do eleitorado, o levaram para a Assembleia Legislativa, onde exerce mandato técnico e independente.
Em duas oportunidades seguidas, foi eleito o melhor vereador de Goiânia em eleição realizada pelo Clube de Repórteres Políticos; sendo recentemente eleito o segundo melhor Deputado Estadual do Estado de Goiás em seu primeiro ano de mandato.
O deputado afirma que é, de fato, goianiense e não um “paraquedista político”, daí o sonho de gerir a “cidade em que nasceu”. O parlamentar reconhece a liderança do presidente do partido, o empresário Alexandre Magalhães, mas discorda do DC não seguir unido para a disputa de novembro, o que inviabiliza a sustentação de uma candidatura competitiva.
“O compromisso firmado entre mim e o DC era de que haveria um consenso interno, absoluto, em torno do nome que mais se destacasse e pontuasse nas pesquisas eleitorais. Sou homem de palavra e compromisso. O partido não cumpriu o primeiro acordo firmado comigo, o que fragiliza qualquer projeto político sério. Não participo de certos jogos políticos. Ademais, há informações de que o DC não rompeu com a base do Governador Ronaldo Caiado, havendo possibilidade de alianças com outros candidatos antes mesmo da convenção partidária”, afirma Delegado Eduardo Prado.
Prado lembra que seu nome apareceu sempre nas pesquisas de forma espontânea, com a própria imprensa especializada reconhecendo seu potencial para ser uma alternativa para nova gestão de Goiânia/GO.
O deputado agradece o apoio que teve nas redes sociais, segmentos de servidores públicos, sindicatos, setor produtivo, setor empresarial, amigos, familiares, imprensa, sua equipe de trabalho e de plano de governo. “Participei desta fase inicial da disputa com muita responsabilidade, sem aceitar negociatas ou qualquer fato que desabone minha história”.
“Agradeço cada apoio que tive e reafirmo meu compromisso de estar na Assembleia Legislativa com o gabinete aberto para atender cada goiano que precisar de mim. Faço política com humildade e ética. O sonho de governar essa cidade continua, mas para o futuro, que pertence exclusivamente a Deus”, ressalta.